Lee la versión Epaper
Suscríbase
Lee la versión Epaper

Nathalia Teixeira de madre con sobrepeso a físicoculturista

Fotos: Esta brasileña contó como pasó de una vida sedentaria a convertirse en una competidora profesional en esa rama deportiva

Nathalia Teixeira, madre brasileña

La brasileña, Nathalia Texeira es un ejemplo de constancia y determinación, luego de sufrir una radical transformación. Pasó de ser una madre con sobrepeso a una sexy físicoculturista.

La mujer, de 29 años, relata como sufrió por mucho tiempo de obesidad provocada por el sedentarismo y a la mala alimentación.

"Comencé a ganar peso cuando me casé a los 18 años, mi esposo es una persona que prefiere quedarse en casa. Luego tuve un trabajo de oficina y me estaba adaptando de un estilo de vida a otro, yo estaba comiendo mal", se lee en una publicación en Facebook.

#repost Recebi esse email com essa pergunta:Eu só quero te perguntar uma coisa: você lembra o que aconteceu no seu interior, na sua cabeça, no dia em que você decidiu mudar de vida? Lembro... Foi um choque muito grande. Foi um desespero sem igual. Me olhei no espelho e vi uma pessoa irreconhecível. E não falo isso, por simples escolha de palavras não. Foi um sentimento surreal e terrível. Estava tão deformada pela gordura que não era mais a mesma pessoa. A obesidade estava tomando total controle da minha vida, da minha felicidade e da minha família. Lembro perfeitamente da noite que levei o choque. O choque de realidade foi tão forte que decidi gravar, porque sabia que naquela noite não era só "mais uma promessa em vão." Era algo maior, algo que realmente mudou a minha vida. Queria registrar aquele momento, igual como fosse registrar qualquer outro momento marcante da minha vida. Lembro que fui dormir e não conseguia porque a barriga caia pros lados e aquilo me fazia chorar de nojo. Levantei, pensei e até falei no vídeo que "não tinha outro jeito, que se não mudasse eu só ia ficar maior e mais infeliz." No final do vídeo suspirei (foi um alívio ter desabafado) tudo que sentia, falei naquele vídeo (em inglês) e falei "eu vou conseguir em Nome de Jesus, Amém." --------------------------- I received this email with this question: "I just want to ask you one thing: do you remember what happened inside of you, in your mind the day you decided to change your life? My response; Yes, I remember ... It was a big reality shock. It was a desperation I never felt before. I looked in the mirror and could not recognize the person I saw. And I do not say this by the simple choice of words it was the truth. It was a surreal and terrible feeling. I was so deformed by the fat that I was no longer the same person. Obesity was taking full control of my life, my happiness and my family. I remember perfectly that night (May 31, 2012) The reality shock was so strong that I decided to record it, because I knew that night was not just "one more promise I made to myself in vain." It was something bigger something that really changed my life. Continue below ��������

Una foto publicada por Nathalia Teixeira|Dr. Teixeira (@simplynathalia) el 

Sin embargo, gracias a un nutricionista y a su entrenador actualmente se ha convertido en una competidora profesional en esta rama deportiva. 

Durante un año y medio, la madre de familia realizó CrossFit, levantamiento de pesas y sesiones dobles de cardio. 

Não tenho um conselho diferente do que já dou todos os dias, mas quero afirmar que já estive onde você está ou talvez até mais no fundo do poço. Fazia mil planos e promessas, e não conseguia cumprir, nem pela metade. Sentia-me fraca e perdedora. Quando cansei de desistir, mudei a minha maneira de pensar. Mudei, completamente, meus pensamentos. Temos que trabalhar a nossa mente para poder seguir o plano e nossas promessas! Colocar na cabeça que temos que comer para viver e não viver para comer. Falar "não" agora para os nossos desejos não vai nos matar. Temos que resistir e sacrificar agora para alcançar nosso objetivo. E depois que alcançar, com cada mudança, temos mais motivação para continuar. Lembre que no início não tem motivação, temos que lutar diariamente até começar a ver as mudanças. Aí sim, você vai começar a ter motivação. Força guerreiros!! Não desista! Lembre que comida não é fonte de alegria ou tristeza. "O tempo vai passar de qualquer maneira, independente de você mudar ou não. A frustração é inútil. Use o tempo a seu favor." Se cair, respire fundo, levante-se, sacuda a poeira e comece tudo de novo. --------------------------- I do not have a different advice from what I already say every day. But I assure you I've been where you are, or maybe even deeper in the bottom of the pit. I've made thousands of plans and promises and could not keep nor follow through on even half. I felt weak and like a loser. When I got tired of giving up, I changed my way of thinking. Completely changed my mindset. We have to work our minds to be able to follow through on a plan and our promises! Put it in your mind that we have to eat to live and not live to eat. Saying "no" now to our desires will not kill us. We must resist and sacrifice now to achieve our goals. And after achieving that, and with each change, we have more motivation to continue. Remember that in the beginning there is NO motivation. We have to fight every day until we start to see the changes. When we see change, that's when we start to get motivated. Do not give up! Remember that food is not a source of joy nor sadness. Like I always say "the time will pass anyways���� continue below

Una foto publicada por Nathalia Teixeira|Dr. Teixeira (@simplynathalia) el 

"No es mi sueño ser una físicoculturista profesional. Solo lo hice la primera vez por el reto, y lo disfruté tanto que lo hice una segunda y tercera vez", se lee en Facebook.

Teixeira además reveló que logró bajar 63 kilos y participar en su primera competencia en noviembre de 2014.

I would like to just leave it perfectly clear that I DID NOT FAT SHAME MYSELF! Nor did I invite anyone to fat shame me! It's so sad the media twisted my story! I recorded a moment that I decided to change and kept that as a key piece to keep reminding myself WHY I was not going to give up. I am completely and entirely AGAINST FAT SHAMING. I was fat shamed several times while I was obese and it DID NOT help me, it sunk me deeper! I always tell someone that wants to change and always gives up, to record or photograph their moment when they decide to change, and that moment you make yourself a whole bunch of promises and usually 2-3 days later your promise feels empty and not worth it. That's when I suggest you go back into that recording and relive that moment to remind yourself you will NOT GIVE UP and fight for your health and well being. But remember this, fat shaming DOESN'T help anyone! It affects that person, or yourself, in a psychologically negative way and is beyond unhealthy. --------------- Há alguns dias a minha história foi publicada em várias mídias. Mas, infelizmente, com uma interpretação que sou completamente contra! Aqui nos EUA se chama "Fat Shaming", não sei bem qual seria a tradução correta, mas Fat Shaming é quando alguém humilha o próximo por estar acima do peso. E a mídia pegou meu vídeo, de quando registrei o momento da mudança, para dizer que eu convidei o próximo para me humilhar para me ajudar a emagrecer! Oi?? Eu gostaria de deixar perfeitamente claro que eu NÃO APOIO FAT SHAMING de forma alguma, nem convidei ninguém para me envergonhar ou me humilhar. Eu gravei um momento em que eu decidi mudar e registrei como uma peça importante para me lembrar todos os dias o porquê eu não desistiria. Eu sou completamente e totalmente contra fat shaming. Eu fui Fat shamed pelos outros várias vezes enquanto eu era obesa e não me ajudou, pelo contrário, isso me afundava mais! Eu sempre digo a alguém que quer mudar e sempre desiste, para gravar ou fotografar o momento quando eles decidiram mudar, pois naquele momento você se faz um monte de promessas e, continuação��������

Una foto publicada por Nathalia Teixeira|Dr. Teixeira (@simplynathalia) el 

Desde entonces, Nathalia ha participado en tres certamenes National Physique Committee y logró el tercer lugar en la más reciente.

Confiesa que ir al gimnasio ya no es una obligación para ella, pues se convirtió en un placer ejercitarse y ahora es parte de su vida.

Lea además
Abrimos este espacio para el fomento de la libre expresión, que contribuya al debate y a la crítica constructiva. Te invitamos a hacer buen uso y a leer las normas de participación